terça-feira, 9 de setembro de 2008

Praça da Estação

A Praça Rui Barbosa, é mais conhecida como Praça da Estação por se localizar no antigo ramal ferroviário que foi porta de entrada de toda a matéria-prima utilizada na construção de Belo Horizonte. O primeiro relógio público da cidade foi instalado lá, no alto da torre da estação, cuja praça começou a ser construída em 1904. Dezoito anos depois, em 1922, um novo prédio (estilo neoclássico) foi erguido para atender à demanda da efervescente cidade. Destacam-se na praça dois leões em mármore e a estátua de bronze que homenageia os Inconfidentes.










Um olhar diferente

Praça do Papa

A Praça Israel Pinheiro, mais conhecida como Praça do Papa situa-se próxima à base da Serra do Curral, a mais de 1100m de altitude. É um mirante tradicional e tem uma das melhores vistas da cidade. Em 1980, quando o papa João Paulo II esteve na capital mineira, do alto do Mangabeiras, pronunciou: "... que belo horizonte!". Desde então o local ficou conhecido como Praça do Papa, tornando-se palco privilegiado para grandes encontros religiosos e shows musicais.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Conjunto Arquitetônico da Praça da Liberdade


Um dos melhores passeios para quem visita Belo Horizonte é o conjunto paisagístico e arquitetônico da Praça da Liberdade. Construída na época da fundação da capital, mistura vários estilos, que são o retrato vivo da evolução da cidade: neoclássico (final do séc. XIX), art-déco (década de 1940), moderno (décadas de 1950 e 1960) e pós-moderno (1980). É também o centro do poder executivo mineiro, aliás foi projetada para este fim. Concentra grande parte das Secretarias de Estado, além do Palácio da Liberdade, onde despacha o governador.












sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Belô

Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Igreja São Francisco de Assis:

Popularmente conhecida como Igrejinha da Pampulha. Localizada às margens da Lagoa da Pampulha, num dos mais belos conjuntos arquitetônico-paisagísticos de Minas Gerais, a Igreja São Francisco de Assis foi fundada na década de 40, inaugurada em 1945, e consagrada como Igreja Católica em 11 de abril de 1959. De estilo delicado e singelo lembrando as montanhas de Minas, representa o trabalho de quatro expoentes da arte brasileira: Oscar Niemeyer, Candido Portinari, Ceschiatti e Burle Marx.
.
Museu de Arte da Pampulha:

Primeiro projeto de Niemeyer na Pampulha. Funcionou como cassino, o primeiro da cidade, até ser fechado em 1946, devido à proibição do jogo no país. Passou a funcionar como museu em 1957, quando era conhecido como "Palácio de Cristal". Suas instalações possuem biblioteca, loja de souvenirs, café e salas de multimídia. O acervo do MAP é constituído de 900 obras.



Casa do Baile:

A Casa do Baile foi originalmente um famoso salão de dança de Belo Horizonte, inaugurado em 1943 e funcionou até 1948. Hoje, abriga uma espécie de memorial voltado à arquitetura e ao design, construído por Oscar Niemeyer em 1940. Passou por uma reforma e foi reinaugurado em 2002, porém manteve as características originais.

Iate Tênis Clube:

O Iate Tênis Clube, inicialmente chamado Iate Golf Club, foi inaugurado em 1943. A construção tem a forma de um barco que se lança pelo espelho d’água. Completando a beleza do lugar, o paisagista Roberto Burle Marx deu o tom colorido ao Iate, ao se responsabilizar pelos jardins e ainda pintar o painel: "O Esporte", restaurado há dois anos. Desde que os portões do novo clube foram abertos, a administração estava sob a responsabilidade do município. No entanto, na tentativa de sanar problemas de abastecimento de água na capital mineira, a Prefeitura tomou a decisão de vender alguns imóveis, entre eles o Iate Tênis Clube, para arrecadar dinheiro e financiar as obras.

Climatempo